Iniciar sessão

Votação

Como é que gosta de ver jogos de golfe?

Newsletter

Mantenha-se informado sobre as nossas novidades!

Como melhorar as suas tacadas de golfe no green

Qual o praticante de golfe que não sonha com um hole-in-one? Ainda que tal proeza seja difícil de conseguir, existem técnicas muito úteis que diminuem consideravelmente o número de tacadas usadas até embocar a bola. Saiba como melhorar as suas tacadas de golfe no green e transforme-se num belíssimo jogador.

Bater a bola no lugar exato do taco

Pode parecer irrelevante, mas não é. O local do taco que bate na bola é muito importante para que o pequeno esférico seja bem direcionado. Essa zona de impacto ideal chama-se na gíria do golfe sweet-spot e é mais difícil de identificar quanto maior for o tamanho do taco empregue. Uma boa dica é tentar utilizar sempre tacos de menor dimensão, desde que consiga jogar bem com eles. Existem diversos tamanhos, e materiais de que são feitos os tacos para golfe e é útil que você defina quais os mais adequados à sua forma de jogar.

Procure exercícios que melhorem o seu equilíbrio

Pode ainda não ter notado, mas o golfe é uma modalidade desportiva que requer um grande equilíbrio por parte do corpo. Os movimentos de swing, de rotação dos ombros, cintura e cabeça unilateralmente direcionados no momento da tacada, podem implicar desequilíbrios na postura e tonturas acompanhadas sensação de mal-estar. Quando o jogador não se sente confortável dificilmente conseguirá imprimir à sua tacada a energia suficiente para obter um bom desempenho. Informe-se de quais os exercícios que você poderá implementar no seu dia-a-dia e que lhe permitirão adquirir maior equilíbrio, pois essa é uma forma de conferir tacadas mais precisas e eficazes.

Fortaleça a sua musculatura

Embora o golfe possa parecer à primeira vista um desporto muito tranquilo a verdade é que é necessária resistência física para suportar todo o tempo que durar a partida. As excelentes tacadas dependem do bom estado da musculatura dos braços, pulsos, ombros, pescoço e pernas. Assim sendo é aconselhada uma dieta rica e equilibrada para que o corpo receba os nutrientes indispensáveis ao bom funcionamento de todos os órgãos e músculos. Exercícios adicionais destinados à manutenção e melhoria do estado dos músculos são também indicados para melhorar a qualidade das tacadas no golfe. Afinal com quanto mais precisão você executar as suas tacadas, maiores serão as hipóteses de atingir o green e embocar a sua bola.

Atenção à posição dos pés

Uma das técnicas mais elementares para conseguir um bom desempenho no golfe é saber exatamente de que forma colocar os pés durante o movimento da tacada. Se você tem por costume levantar o pé muito cedo quando acompanha o movimento da bola, saiba que essa pode ser uma forma de perder força e distância da sua tacada. Movimente o pé apenas na altura certa para o fazer quando desfere a pancada na bola, nunca antes. Fixe de maneira bem firme um dos seus pés por trás da bola e só o levante quando necessário. Se você é destro utilize o seu pé direito, se você é canhoto empregue o pé esquerdo.

Cuidado com as mãos

A posição das suas mãos pode influenciar negativamente a tacada impedindo-o de manobrar adequadamente o taco. Previna essa situação mantendo o seu braço forte próximo à anca, para que o cotovelo encoste no quadril. Não esqueça que o seu braço forte pode depender de você ser destro, ou canhoto, embora isso nem sempre aconteça. Dessa forma as mãos ficarão melhor posicionadas face ao taco e a sua jogada será mais eficiente.

Controle a força da sua tacada

Não é por bater a bola com muita força que a sua tacada será melhor. Ao invés de tentar desferir tacadas com força em demasia, tente antes controlar o balanço do taco e faça coincidir a sua força ao movimento necessário. Bolas oriundas de tacadas muito fortes dificilmente percorrem o caminho desejado pelo jogador. A força da tacada deve ser em proporção com a distância e com a natureza do campo que separa o jogador do green.

Visualize como vai ser a sua tacada

Antes de bater a bola faça uma pré-visualização de como irá decorrer aquela tacada. Concentre-se bem e demore o tempo que for necessário. O golfe não liga bem com nervosismos nem correrias. Reflita bem, equacione todas as hipóteses. Tenha em atenção a distância, o vento, a natureza do campo, os obstáculos, etc. Desfira a tacada de forma rápida e vida, mas apenas quando se sentir preparado para tal, e verá como os resultados irão melhorar bastante.

Os bons jogadores de golfe caracterizam-se pela sua paciência, pelo fair play e pela resistência física. Encontre quais as estratégias que melhor combinam com a sua forma de jogar e não se esqueça que quanto menos tacadas fizer, melhor será. Não se desespere se não conseguir tão bons resultados quanto gostaria. O golfe também pode ser visto como uma forma de fazer exercício, de estar em comunhão com a natureza e de ter tempo para meditar tranquilamente enquanto estuda as tacadas.

A sua votação: 
Sem votos